Total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

As melhores cenas de sexo do cinema


Tudo começou com o curta americano The Kiss, de 1896, em que dois pombinhos se beijam durante alguns segundos. Na época foi um escândalo, e o filme ganhou o primeiro certificado de censura do cinema! Hoje em dia, as cenas de sexo do cinema, que vocês verão nessa lista, adotam manteiga como lubrificante, estrangulamento, orgias, homem com homem, colação de velcro e por aí vai, isso porque não estamos levando em consideração os pornôs! Enfim, confira logo este post, que está um verdadeiro bacanal!

ATENÇÃO! Este post não é recomendado para menores de 18 anos. Mas como eu sei que este aviso não adiantará nada, vá em frente! 


O Último Tango em Paris (1972) 
O filme de Bertolucci escandalizou ao mostrar um relacionamento baseado basicamente em sexo. Marlon Brando e  a atriz francesa Maria Schneider protagonizaram cenas quentíssimas, mas a que se tornou clássica é a famosa cena onde rola até manteiga! Veja! ou en español

Império dos Sentidos (1976) 
 

Obra-prima do erotismo, Império dos Sentidos é um dos filmes mais audaciosos a falar de sexo. O filme japonês, co-produzido pela França, é baseado em um acontecimento real que causou escândalo no Japão. O amor obsessivo entre empregada e patrão ganha contornos absurdos! No momento clímax do filme, os amantes vão ao extremo em busca de prazer numa cena impressionante de sufocamento. Além disso, em outra cena, vemos a inserção de um ovo em uma vagina! 

Amargo Regresso  (1978) 
 
John Voight e Jane Fonda ganharam Oscars por suas performances em Amargo Regresso. Ele interpreta Luke, um veterano de guerra paraplégico, e ela vive Sally, uma mulher casada. A sensual cena de amor dos protagonistas marcou época. Repleta de belos closes, a cena termina com Luke levando Sally ao êxtase. Veja a cena! 

Cisne Negro (2010) 
 

A questão da sexualidade é um dos elementos centrais do drama psicológico Cisne Negro. Uma das cenas mais picantes do filme, é aquela em que a reprimida Nina (Natalie Portman) se entrega às pulsões e se envolve com Lily (Mila Kunis). A aura de ambiguidade  entre realidade e ilusão conferem um caráter ainda mais impactante à cena. Veja!  

Anticristo (2009) 
 


A cena de abertura do filme de Lars Von Trier é uma das mais belas cenas de sexo do cinema. Filmada em preto e branco e em câmera lenta, esta cena é linda, sensual, trágica e inesquecível. 

Desejo e Perigo (2007) 
 

O diretor de O Segredo de Brokeback Mountain, Ang Lee, ousa novamente em Desejo e Perigo, premiado com o Leão de Ouro no Festival de Veneza. O filme inclui uma relação sexual que dura aproximadamente 12 minutos, vivida pela estudante chinesa Wong Chia Chi (Wei Tang) e o oficial Yee (Tony Leung) que colabora com os japoneses durante a ocupação de Xangai na Segunda Guerra Mundial. 

Shortbus (2006) 
 
Em Shortbus, Sofia (Sook-Yin Lee) é uma especialista em terapia sexual que, ironicamente, nunca teve um orgasmo. Certo dia, ela vai a um clube de sexo e se depara com uma monumental orgia. A cena termina com a interessante troca de olhares entre a protagonista e uma das moças presentes no recinto. 

L'histoire de Richard O (2007) 
 
Impulsionado por sua luxúria, Richard O. explora os sinuosos mistérios do erotismo e as belas mulheres que povoam Paris nos meses de verão. O filme contém várias cenas de sexo explícito e muito realistas do ator Mathieu Amalric (aquele de O Escafandro e a Borboleta) com várias atrizes. 

Pecados Íntimos (2006) 

Em Pecados Íntimos, Sarah (Kate Winslet) e Brad (Patrick Wilson) vivem uma tórrida aventura extraconjugal. Numa das cenas mais quentes do filme, os dois amantes transam na lavanderia. 

O Segredo de Brokeback Mountain (2005) 
 

Dois cowboys, interpretados por galãs de Hollywood (Jake Gyllenhaal e Heath Ledger, ambos indicados ao Oscar), descobrindo um novo aspecto de sua sexualidade em uma tenda nas montanhas do Wyoming. 

Uma História de Violência (2005) 
 
Já no início do filme, Eddie (Maria Bello) se veste de líder de torcida para seduzir o maridão Tom (Viggo Mortensen). Nada se compara, no entanto, à inesquecível cena de sexo na escada. 

9 Canções (2004) 
 
Matt (Kieran O'Brien) conhece Lisa (Margo Stilley), uma jovem estudante americana, em meio a um show de rock. Eles logo se apaixonam, vivendo um intenso relacionamento sexual intervalado por vários shows que acompanham. Com muitas cenas de sexo esplícito que incluem penetração, sexo oral e uma ejaculação do ator, este filme está mais para um pornô disfarçado! 

Brown Bunny (2007) 
 

Para se livrar das memórias do grande amor de sua vida, que morreu, Bud (Vincent Gallo) passará todos os dias por novas aventuras, aproximando-se das mulheres com a mesma facilidade com que as deixa. Dirigido, escrito, produzido e protagonizado por Vincent Gallo, este longa traz escrito orgulhosamente em seu cartaz "O filme que escandalizou o Festival de Cannes". E não é para menos, o filme contém uma seca cena em que a atriz Chloë Sevigny pratica felação no personagem de  Gallo.

Os Sonhadores (2003) 
 
Mais um filme bem "sexual" de Bernardo Bertolucci, o mesmo diretor de O Último Tango em Paris. A cena mais picante deste longa é a perda da virgindade de Eva Green. 

Team America – Detonando o Mundo (2004) 
 

Um bando de bonecos formam um grupo de justiceiros para lutar contra o terrorismo. Dois dos bonecos se apaixonam e, em uma cena chocante e hilária, fazem praticamente todo o Kama Sutra. A animação foi criada pelos polêmicos e politicamente incorretos criadores de South Park. O resultado é um filme insano, hilário e genial.  

Luxúria (2002) 
 
Tinto Brass, diretor italiano, disse uma vez: “Eu pus duas bolas e um grande pênis no meio das pernas do cinema italiano”.  O cineasta defende seu cinema erótico em Luxúria, filme que faz jus ao nome. Cenas de sexo é o que não faltam no “pornô chic”, mas a cena do mar, com uma filmagem embaixo d'água é a mais inusitada. O longa conta com a experiente atriz Anna Galiena e com o galã Gabriel Garko em cenas quentíssimas. 

Ken Park (2002) 
 

O que esperar de um filme de Lary Clark, o mesmo diretor de Kids? Ken Park causou polêmica pelas cenas ousadas (e muito realistas) de sexo e pelo uso de atores muito jovens. O filme contém diversas cenas fortes, como uma cena de sexo oral entre um trio de adolescentes. 

Infidelidade (2002) 
 

O diretor Adrian Lyne gosta de temas picantes. Foi ele que dirigiu Atração Fatal,  9 ½ Semanas de Amor e este Infidelidade. O filme é recheado de muitas cenas quentes, em uma delas, Diane Lane e Olivier Martinez transam no banheiro de um restaurante. 

Pecado Original (2001) 
 

Em Pecado Original, Angelina Jolie e Antonio Bandeiras mostram porque são dois dos nomes mais desejados do mundo. Os dois figuram uma das cenas de sexo com mais química da história do cinema, com direito as mais variadas posições. 

E Sua Mãe Também (2001) 
 

Neste filme mexicano que foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, dois adolescentes de 17 anos viajam pelo México com uma mulher de 28 anos, que exerce o papel de iniciadora às delícias do sexo. Ao final, em um ménage à trois, os rapazes acabam se envolvendo entre si o que gera um constrangedor acordar. 

Cidade dos Sonhos (2001) 
 
As belas Naomi Watts e Laura Harring (a mesma atriz que fez Lambada – A dança proibida, nos anos 90) dividem a mesma cama em Cidade dos Sonhos e têm uma bela cena de amor no ótimo filme de David Lynch. 


Calígula (1979)



Com várias cenas de sexo explícito, Calígula é uma das produções mais polêmicas da história do cinema e, na época do lançamento, o filme foi duramente criticado, mas aos poucos alguns críticos foram reconhecendo que a produção é a que mais possuiu pé no chão ao retratar o lado obscuro e pecador do mundo romano daquela época.

Negócio Arriscado (1983)



Tom Cruise interpreta um adolescente que fica sozinho em casa depois que seus pais viajam e aproveita para se divertir com a mulherada. A cena mais famosa do filme é aquela em que o moço dança de meias ao som de Bob Seeger, mas a cena de sexo do longa não é menos inesquecível. No filme, o adolescente liga para uma prostituta (interpretada pela bela Rebecca De Mornay) e a coisa fica bem quente. O filme foi um imenso sucesso e lançou ao estrelato o jovem de 21 anos, Tom Cruise.  A química entre Cruise e Rebecca também é devido ao relacionamento deles fora da tela. Eles eram namorados na época. 

Betty Blue (1986) 



Esse filme francês é recheado de cenas sensuais de sexo e nudez. O longa revela a intimidade de Zorg (Jean-Hugues Anglade) e Betty (Béatrice Dalle), que encontram o amor em suas respectivas loucuras. A cena de abertura do filme é uma tórrida cena de sexo. 
  

9 ½ Semanas de Amor (1986)
  


John e Elizabeth definitivamente gostam de sexo. Em suas brincadeiras eróticas, nem a comida é poupada. Nada se compara, no entanto, à cena em que John põe uma venda em Elizabeth e passa cubos de gelo pelo seu corpo. 

Atração Fatal (1987)



Quando o filme estreou, tudo mundo se perguntava por que o advogado boa-pinta interpretado por Michael Douglas escolheria uma baranga como Glenn Close para furunfar, ainda mais tendo uma esposa bem mais ajeitada... O fato é que a loira descabelada descola uma tórrida transa em cima da pia da cozinha, com direito a prorrogação no elevador.

Acerto de Contas (1987)



No thriller de 1987, o tenente Remy McSwain (Dennis Quaid) começa uma relação tórrida com a advogada Ann Osborne (Ellen Barkin) . A cena de sexo do casal é extremamente quente, natural e verossímil. 

A Lei do Desejo (1987)



Em A Lei do Desejo, do diretor espanhol Pedro Almodóvar, Antonio Bandeiras vive um rapaz que é indeciso quanto a sua sexualidade e acaba sendo seduzido por um diretor de cinema, que o leva para cama.

A Insustentável Leveza do Ser (1988)



O belo filme de Kaufman, adaptação do romance de Milan Kundera, contém cenas inesquecíveis. Entre elas, a famosa cena do espelho envolvendo os amantes Sabina e Tomas (Daniel Day-Lewis) e a sensualíssima cena envolvendo Sabina e Tereza (Juliette Binoche), esposa de Tomas.

 Ata-me! (1990)



Antonio Bandeiras em mais um filme de Almodóvar e em mais uma cena de sexo. Em Ata-me!, o desequilibrado Ricky (Antonio Bandeiras) rapta Marina (Victoria Abril). Numa das cenas mais sexy do filme, o moço chega em casa todo machucado de uma surra que levou. A sequestrada cuida de seus ferimentos e os dois acabam por fazer sexo. 

Instinto Selvagem (1992) 



Em Instinto Selvagem, várias cenas chamam a atenção, entre elas o sexo brutal entre os personagens de Michael Douglas e Jeanne Tripplehorn e a cruzada de pernas de Sharon Stone. Mas a cena escolhida é a cena de sexo perigosa entre o detetive Nick Curran (Michael Douglas) e Catherine Tramell (Sharon Stone). 

Perdas e Danos (1992)



Stephen Flemming (Jeremy Irons) é um respeitado membro do parlamento britânico que se apaixona pela noiva de seu filho, Anna (Juliette Binoche). Há uma estranha cena de sexo entre os dois, em que Anna fica tentando resistir, se debatendo estranhamente, mas depois, lógico, acaba cedendo. 

O Piano (1993)



Neste belíssimo filme de Jane Campion, Ada (Holly Hunter) se vê chantageada pelo vizinho George (Harvey Keitel). Para reaver o seu amado piano, ela deve ceder aos pedidos nada convencionais do vizinho, como o de se deitar nua com ele. Aos poucos, ela redescobre sua sexualidade e se entrega à paixão. A cena em que os personagens fazem amor é embalada por uma bela melodia no piano. 


Invasão de Privacidade (1994)



Neste filme há uma inovadora cena de sexo, em que a personagem de Sharon Stone é penetrada por trás enquanto se apoia no pilar de uma sala. E esta não é a única cena picante do longa...

O Especialista (1994)



Ray (Sylvester Stallone), ex agente da CIA, é persuadido a sair da sua aposentadoria quando a obcecada May Munro (Sharon Stone, de novo!) lhe pede ajuda para conseguir se vingar de uma poderosa família do crime organizado. Os dois acabam se envolvendo e em uma cena, eles transam sob a água do chuveiro, o que não deixa a situação menos quente. Assista a cena!

Despedida em Las Vegas (1995)



Nicolas Cage ganhou um Oscar pelo papel de Ben, um roteirista fracassado que vai a Las Vegas com a intenção de beber até se matar. Lá, ele encontra uma prostituta, Sera (Elisabeth Shue), que o acompanhará nessa jornada. Em uma cena, Sera serve whisky a Ben de uma maneira bem sensual, em outra cena, bastante comovente, ela faz amor com o moço, quando o protagonista já está bastante debilitado e doente. 

Garotos Não Choram (1999)



Brandon Teena se traveste de homem. Ela se envolve com Lana que, a princípio, não sabe de seu segredo. Mesmo não sendo o homem que Lana achava, Brandon consegue dar muito prazer à namorada na primeira vez do casal. 

De Olhos Bem Fechados (1999)



Os personagens de Tom Cruise e Nicole Kidman em De Olhos Bem Fechados, do mestre Stanley Kubrick, vivem um casamento perfeito até uma confissão dela que o deixa desnorteado. Apesar disso, os dois protagonizam algumas das cenas mais quentes e famosas do cinema. Na época os atores ainda eram casados, o que tornou a cena ainda mais intensa.

Fim de Caso (1999)



No belo Fim de Caso, Julianne Moore interpreta Sarah, uma mulher casada que vive um tórrido romance com Maurice (Ralph Fiennes). Uma das cenas mais lembradas é aquela em que os amantes consumam o seu amor, na casa da moça, sob o perigo de serem descorbetos pelo marido de Sarah. 

A Última Ceia (2001)



Um homem e uma mulher marcados pelo sofrimento se entregam ao sexo a fim de aliviar a dor que sentem. Cena extremamente intensa e com uma entrega admirável de Halle Berry, que ganhou um Oscar. 









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário